Atenção:

Este Blog está encerrado

Darei continuidade aos Trabalhos, textos e atendimentos pelo Blog:

http://despertardegaia.blogspot.com.br

Obrigado, muita paz e luz e desculpe o transtorno !
Conheça, solicite:

Mestre São Francisco de Assis


São Francisco de Assis também foi - Reencarnações:


Mahatma Kuthumi 

O adepto Kuthumi (também conhecido como Koot Hoomi e K.H.) levou uma vida extremamente reclusa, proporcionando um registro público que é, na melhor das hipóteses, um tanto fragmentado. Nascido no início do século dezenove, Mahatma Kuthumi era um punjabi, cuja família estabelecera-se em Kashmir. Frequentou a Universidade de Oxford em 1850 e acredita-se que tenha contribuído em "O Sonho de Ravan", para a Revista Universitária O Dublin, por volta de 1854, antes de regressar à sua terra natal. O Brahman de Kashmir passou um tempo considerável em Dresden, Wurzberg, Nurnberg, e na universidade de Leipzig onde, em 1875, esteve com o Dr.Gustav Theodor Fechner, o fundador da psicologia moderna. Passou o resto dos seus anos em convento de lamas, em Shigatse, Tibet, onde seu contato com o mundo externo incluía escritos didáticos enviados pelo correio a alguns dos seus devotos estudantes. Essas cartas estão hoje nos arquivos do Museu Britânico.

Atualmente Mestre Ascenso Kuthumi 

Anteriormente Chohan do Segundo Raio da Iluminação Divina, serve agora com Jesus como Instrutor Mundial. É o hierarca da Catedral da Natureza, em Kashmir, Índia, e líder dos Irmãos do Manto Dourado.

Kuthumi também mantém um foco em Shigatse, Tibet, onde toca música clássica sagrada do Oriente e Ocidente e composições das hostes celestes, bem como das primeiras raças-raízes da Terra, num órgão afinado com a música das esferas, atraindo almas, pelo som sagrado que é Deus, para fora do plano astral até os retiros etéricos da Fraternidade.

Tutmoses III 

Faraó, profeta e alto sacerdote no período do Novo Império, 1460 A.C. , expandiu o reinado egípcio para incluir a maior parte do Oriente Médio.

Sua vitória mais decisiva foi num campo de batalha próximo ao Monte Carmel, onde conduziu sozinho as fileiras de todo o exército pela estreita Passagem de Megido, surpreendendo e derrotando uma aliança de 330 chefes asiáticos -- uma manobra audaciosa desaprovada pelos seus apavorados oficiais.

Apenas Tutmoses estava confiante do seu plano e seguiu em frente mantendo no alto a imagem de Amon-Ra, o Deus-Sol que lhe prometera a vitória.

Pitágoras 

Filósofo grego do século sexto A.C., o "samiano favorito", que era considerado o filho de Apolo. Quando jovem, Pitágoras conferenciava livremente com sacerdotes e estudiosos, buscando avidamente provas científicas da lei interna, revelada a ele em meditação sobre Deméter, a Mãe da Terra. Sua busca pelas grandes sínteses da verdade conduziu-o à Palestina, Arábia, Índia, e finalmente aos templos do Egito, onde conquistou a confiança dos sacerdotes de Mênfis e foi gradualmente aceito nos mistérios de Ísis em Tebas. Quando o conquistador asiático Cambises desencadeou uma invasão selvagem no Egito, em 529 A.C., Pitágoras foi exilado para a Babilônia, onde o profeta Daniel ainda servia como ministro do rei.

Ali rabinos lhe revelaram os ensinamentos internos do EU SOU O QUE EU SOU dados a Moisés, e magos zoroastristas instruiuram-no em música, astronomia e a ciência sagrada da invocação. Após doze anos, Pitágoras deixou a Babilônia e fundou uma fraternidade de iniciados em Crotona, um movimentado porto Dório no sul da Itália. Sua "cidade do eleito" era uma escola de mistérios da Grande Fraternidade Branca, onde homens e mulheres cuidadosamente selecionados seguiam uma filosofia baseada na expressão matemática da lei universal, ilustrada na música, no ritmo e harmonia de um estilo de vida altamente disciplinado. Após um período probatório de cinco anos de estrito silêncio, os "matemáticos" pitagorianos progrediam através de uma série de iniciações, desenvolvendo as faculdades intuitivas do coração, por meio das quais o filho ou filha de Deus pode tornar-se, conforme os Versos Áureos de Pitágoras declaram, "um Deus divino imortal, não mais mortal".

Em Crotona, Pitágoras comunicava suas palestras detrás de uma tela, numa linguagem velada que podia ser totalmente compreendida somente pelos iniciados mais avançados. A fase mais significativa de sua instrução referia-se ao conceito fundamental de que o número é tanto a forma quanto a essência da criação. Ele formulou as partes essenciais da geometria de Euclides e as idéias astronômicas avançadas que conduziu as hipóteses de Copérnico. Está registrado que dois mil cidadãos de Crotona abandonaram seus costumeiros estilos de vida e reuniam-se na comunidade de Pitágoras sob a sábia administração do Conselho dos Trezentos; uma ordem governamental, científica e religiosa que mais tarde exerceu grande influência política por toda a Magna Grecia. Pitágoras, o "adepto infatigável", estava com noventa anos quando Cylon, um candidato rejeitado da escola de mistérios, iniciou uma perseguição violenta. Postando-se no átrio de Crotona, lia em voz alta de um livro secreto de Pitágoras, Hieros Logos (Palavra Sagrada), distorcendo e ridicularizando o ensinamento. Quando Pitágoras e quarenta dos membros dirigentes da Ordem estavam reunidos, Cylon colocou fogo no local e três dos membros do conselho foram mortos. Como resultado, a comunidade foi destruída e muito do ensinamento original foi perdido. No entanto, "O Mestre" influenciou muitos grandes filósofos, incluindo Platão, Aristóteles, Agostinho, Tomas Aquino e Francis Bacon.

Baltazar 

Um dos três Magos (astrônomos/adeptos) que seguiram a estrela (a Presença do EU SOU) do Filho Varão nascido da Virgem Maria.

Considerado o Rei da Etiópia, Baltazar trouxe o tesouro do seu reino, a dádiva do incenso ao Cristo, o eterno Alto Sacerdote.





Sha Jahan 

Imperador Mogul da Índia no século dezesseis, que derrubou o governo corrupto do seu pai Jahangir e retaurou, em parte, a nobre ética do seu avô Akbar, o Grande. Durante seu reinado de iluminação, o esplendor da corte Mogul alcançou seu ápice e a Índia entrou em sua era de ouro da arte e arquitetura. Xá Jahan foi pródigo nos tesouros imperiais não somente na música e pintura, mas especialmente na construção de monumentos impressionantes, mesquitas, templos e tronos por toda a Índia, alguns dos quais podem ser vistos ainda hoje.

O famoso Taj Mahal, "o milagre dos milagres, a maravilha final do mundo", foi construída como um mausoléu para sua amada esposa, Mumtaz Mahal, que morreu em 1631 ao dar à luz ao seu décimo quarto filho. Xá Jahan não poupou esforços ao fazer este templo "tão belo quanto ela". É o símbolo do princípio da Mãe e o santuário de seu eterno amor pela sua chama gêmea.

Gif


ORAÇÃO DA PAZ 

Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Fonte: www.bvespirita.com/
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do post ? Comente !

O visitante tem liberdade para se expressar sobre os temas ou assuntos publicados neste Blog, porém não serão aceitos:

1. Comentários considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante;

2. Comentários que, por sua publicação repetitiva, tenham a intenção de “boicotar” o tema em foco;

3. Comentários referentes a artigos reproduzidos de outras fontes e direcionados aos autores, bem como não serão reencaminhados à fonte original, sempre citada no blog.

4. Comentários contendo Links promocionais de sites ou blogs.

5. Comentários Anônimos.

Obrigado ! Paz e Luz

...

Licença Creative Commons

Esta licença permite a redistribuição e o uso para fins comerciais e não comerciais,
contanto que a obra seja redistribuída sem modificações e completa,
e que os créditos sejam atribuídos ao autor
Creative Commons Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional